10 ANOS DA CHEGADA DO FILME “O DIABO VESTE PRADA” AO BRASIL

Em 22.09.2016   Arquivado em Moda

logo-o-diabo-veste-prada

Quem ama o filme O Diabo Veste Prada levanta a mão!!!! o/ Euuuuu

Quem assistiu mais de mil vezes e ainda continua assistindo!? o/ Euuuuu

Hahhahahahhaha

Não sei vocês, mas com certeza esse filme é um dos meus queridinhos e ocupa as primeiras vagas no ranking de filmes que amo, pois pasmem: hoje faz 10 anos da sua chegada ao Brasil. Acreditam!?

Lógico que deixei um tempinho e destinei um espaço aqui para comemorar. Afinal, foram muuuuuitos dias vendo e revendo esse filme e, sim, confesso: se trocar de canal e estiver passando paro na certa, com um sorriso no rosto hahahaha Embora eu já saiba tudo que vai acontecer e possa, muito bem, narrar as falas dos personagens.

Mas como lidar com um filme que envolve tudo que amamos!? Além de uma super mensagem. Miranda nos ensinou muito, mas também aprendemos com Andrea, Emily e todos. Independente do ambiente de trabalho, as relações que criamos e como devemos lidar com elas. E não preciso nem falar dos looks que são, tipo, topíssimos, é ou não é!? Roupas e acessórios incríveis no universo do mundo da moda. Impossível resistir!

Trabalhar em uma revista de moda foi meu sonho por muito tempo depois de assistir a esse filme hahahhahaha

Pensando em como fazer um post legal pra comemorar esses 10 anos resolvi falar sobre uma das coisas que mais me chamam a atenção nesse filme e amamos muito: os looks.

Trouxe alguns figurinos usados pelas duas personagens mais amadas pra comentar um pouquinho e ver que eles super podem ser “copiados” para o nosso dia a dia.

A primeira, lógico: Miranda Priestly, interpretada pela gigante Meryl Streep.

miranda_priestly1

Looks exuberantes e alinhados. Casacos que fazem toda a diferença, vestidos soltinhos, sempre com cintos marcando a cintura e muito salto, botas e sapatos sempre combinando com o look, além das bolsas maravilhosas que dão um toque a mais e são um acessório muito usado em figurinos de moda.

Já a personagem Andy, muito bem interpretada pela atriz Anne Hathaway, vivia em um momento out com a moda, mas sofreu uma transformação ao longo do filme e passou a desfilar figurinos lindíssimos, de deixar qualquer menina babando. Abusou de uma pegada clássica com toque fashion e arrasou. Quero aquelas peças pra mim hahahahahha

1372213522_devil2

Também como resistir aos grandes nomes da moda como Chanel, sapatos Loubutin, e todo esse universo!?

De calças a saias ela deu banho de moda. Super amei o estilo que a personagem aderiu, meia calça com saia é, sem dúvida, minha combinação favorita. Ela fez uso dessas composições, jogando com casacos e acessórios que dão todo um diferencial.

3

Fica a dica, acessórios mudam qualquer look!

Beijocas até mais 

44º FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO

Em 09.09.2016   Arquivado em Notícias

Oi meninas, tudo bom!
Hoje vim compartilhar com vocês um pouquinho do que rolou no Festival de Cinema em Gramado.

img_2540

Fiquei muito feliz ao receber o convite pra participar desse evento tão lindo que acontece na serra gaúcha e que muito frequentei durante minha infância. Pra quem não sabe, minha Mamy é jornalista e quando era pequena ia a todos os festivais com ela. Sempre amei aquele glamour, tapete vermelho, luzes e brilhos, mas confesso: nunca imaginei estar lá como imprensa convidada. Demais, né!? A Ju de 12 anos iria se orgulhar heheheheh

img_2372

O evento é simplesmente a cara de Gramado, minha cidade favorita, com certeza. Amo aquele lugar!!!

Apesar da chuva e do frio característico a semana foi marcada por apresentações de grandes filmes, celebridades e muita gente bonita.

Lógico que não poderia deixar de relatar alguns looks que desfilaram por lá 

Separei 4 que me chamaram muito a atenção:

f0c1c666-2dae-429c-a4ac-8c3354e166d0

O pretinho nada básico está sempre presente, não é mesmo!? A Carol Dieckmann e a estrela homenageada com o troféu Oscarito desse 44º festival, Sônia Braga, optaram por essa peça. Rendas e transparências, cada uma ao seu estilo, arrasaram. Lua Blanco acabou tendo que optar por um sobretudo para aguentar as baixas temperaturas, mas ficou lindíssima e cheia de classe. Sophie Charlotte em um conjunto bordô estava maravilhosa.

Os eventos principais ocorreram no Palácio dos Festivais, que é ponto turístico da cidade durante todo o ano e fica na frente da rua coberta, também muito conhecida.

A festa de encerramento premiou os melhores com o famoso Kikito, símbolo do festival.

Amei muito a experiência de prestigiar o evento com a responsabilidade de imprensa, participar das coletivas e ver um pouquinho do que rola por trás até o filme ficar pronto para sua exibição.

Foram muito filmes maravilhosos, atores e atrizes espetaculares, mas poucos podem ganhar o prêmio, embora todos o mereçam. Vou deixar aqui a lista dos vencedores pra vocês acompanharem.

44º Festival de Cinema de Gramado - 03/09/2016 - Cerimônia de Premiação - Vencedores - - Foto: Edison Vara/Pressphoto

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

Melhor Filme: “Barata Ribeiro, 716”, de Domingos Oliveira

Melhor Direção: Domingos Oliveira (“Barata Ribeiro, 716”)

Melhor Atriz: Andréia Horta (“Elis”)

Melhor Ator: Paulo Tiefenthaler (“O Roubo da Taça”)

Melhor Atriz Coadjuvante: Glauce Guima (“Barata Ribeiro, 716”)

Melhor Ator Coadjuvante: Bruno Kott (“El Mate”)

Melhor Roteiro: Lucas Silvestre e Caíto Ortiz (“O Roubo da Taça”)

Melhor Fotografia: Ralph Strelow (“O Roubo da Taça”)

Melhor Montagem: Tiago Feliciano (“Elis”)

Melhor Trilha Musical: Domingos Oliveira (“Barata Ribeiro, 716”)

Melhor Direção de Arte: Fábio Goldfarb (“O Roubo da Taça”)

Melhor Desenho de Som: Daniel Turini, Fernando Henna, Armando Torres Jr. e Fernando Oliver (“O Silêncio do Céu”)

Melhor Filme – Júri Popular: “Elis”, de Hugo Prata

Melhor Filme – Júri da Crítica: “O Silêncio do Céu”, de Marco Dutra

Prêmio Especial do Júri: “O Silêncio do Céu”, pelo domínio da construção narrativa e da linguagem cinematográfica

 

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS

Melhor Filme: “Guaraní”, de Luis Zorraquín

Melhor Direção: Fernando Lavanderos (“Sin Norte”)

Melhor Atriz: Verónica Perrotta (“Las Toninas Van al Este”)

Melhor Ator: Emilio Barreto (“Guaraní”)

Melhor Roteiro: Luis Zorraquín e Simón Franco (“Guaraní”)

Melhor Fotografia: Andrés Garcés (“Sin Norte”)

Melhor Filme – Júri Popular: “Esteros”, de Papu Curotto

Melhor Filme – Júri da Crítica: “Sin Norte”, de Fernando Lavanderos

Prêmio Especial do Júri: “Esteros”, pela direção delicada e inteligente da história de amor dos atores mirins.

 

CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

Melhor Filme: “Rosinha”, de Gui Campos

Melhor Direção: Felipe Saleme (“Aqueles Cinco Segundos”)

Melhor Atriz: Luciana Paes (“Aqueles Cinco Segundos”)

Melhor Ator: Allan Souza Lima (“O Que Teria Acontecido ou Não Naquela Calma e Misteriosa Tarde de Domingo no Jardim Zoológico”)

Melhor Roteiro: Gui Campos (“Rosinha”)

Melhor Fotografia: Bruno Polidoro (“Horas”)

Melhor Montagem: André Francioli (“Memória da Pedra”)

Melhor Trilha Musical: Kito Siqueira (“Super Oldboy”)

Melhor Direção de Arte: Camila Vieira (“Deusa”)

Melhor Desenho de Som: Jeferson Mandú (“O Ex-Mágico”)

Melhor Filme – Júri Popular: “Super Oldboy”, de Eliane Coster

Melhor Filme – Júri da Crítica: “Lúcida”, de Fabio Rodrigo e Caroline Neves

Prêmio Especial do Júri: Elke Maravilha (“Super Oldboy”) e Maria Alice Vergueiro (“Rosinha”), pela contribuição artística de ambas

Prêmio Aquisição Canal Brasil: “Rosinha”, de Gui Campos

Beijocas, até mais!!! 

 

VERSÃO LIVE-ACTION DE A BELA E A FERA

Em 16.06.2016   Arquivado em Notícias

Para os amantes do mundo Disney, assim como eu, vem aí uma novidade nas telinhas de cinema. A versão live action de A Bela e a Fera já tem data de estreia e a nossa querida Bela, confesso é minha princesa favorita, será interpretada pela Emma Thompson. Posso falar: ela vem sendo super comentada nos tapetes vermelhos por aí. Essa menina tem dado aula de estilo e sofisticação, mas isso é papo para outro post hehhehe

bela emma

“Finalmente eu posso dizer a vocês… que eu vou interpretar a Bela em novo filme live-action da ‘Bela e a Fera’ da Disney! Foi uma parte tão grande do meu crescimento, que quase parece surreal que eu vá poder dançar ‘Be our guest’ e cantar ‘Something there’. Minha versão aos seis anos está nas alturas — coração explodindo. Hora de começar algumas aulas de canto. Eu mal posso esperar para que vocês possam vê-lo”, escreveu Emma em sua conta no Facebook.

Acho que não é só eu que estou empolgada hehhehehe

A estreia está prevista para 17 de março de 2017. Ainda falta um pouquinho hehheheh Enquanto isso, ficamos com a prévia do trailer pra dar aquela vontade

Já da pra ter um gostinho, não é mesmo!? A direção é de Bill Condon, o mesmo diretor de “Dreamgirls: Em busca de um sonho” (2006), “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1” (2011), “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2” (2012) e “Sr. Sherlock Holmes” (2015). Confesso que não sou fã das histórias de Crepúsculo. Na verdade assisti apenas ao 1º pela metade, não posso julgar muito, mas preciso reconhecer que são filmes de sucesso e bem feitos logo, vem coisa boa por aí!

No elenco Ewan McGregor, Ian McKellen, Josh Gad e Stanley Tucci, top né!?

Mal posso esperar… o desenho de A Bela e a Fera foi lançado em 1991, um dos maiores sucessos da Disney e com certeza da minha infância hehehhe Ganhou dois Oscars (melhor canção e melhor trilha). Foi a primeira animação indicada à estatueta de melhor filme na história da premiação, demaaaais!!!

A Disney está apostando nessas versões live action, Branca de Neve, Cinderela, Malévola e agora A Bela e a Fera. Seguindo o padrão, tenho certeza que vamos amar!

O jeito é esperar chegar nas telinhas, comprar a pipoca e partiu cinema!!! Heheheh

Beijocas 

IMAGEM DA SEMANA

Em 06.09.2015   Arquivado em Variedades

Oi meninas, a imagem dessa semana é o cartaz do filme Shaun – o Carneiro.

Ontem fui ao cinema com meu irmão e minha Mamy, assistir a um filme do desenho favorito dele. Quer dizer, um dos favoritos, pois ele tem 3 anos e nessa idade tudo é favorito e não é ao mesmo tempo heheheh Entre a Peppa, Dora Aventureira, Michey, Donald e outros tantos desenhos que ele assiste, está Shaun – o Carneiro. Costumamos ver juntos, pois quando o tal desenho vai começar chama todos que estiverem na casa para se juntar a frente da tv. Uma coisa sempre me chamou atenção no desenho: não tem fala alguma! Vocês devem se perguntar, como um desenho para crianças pequenas não tem fala e ainda assim atrai a atenção!? Pois é… foi o que sempre me perguntei, mas achava o máximo ele paradinho frente à TV assistindo ao desenho, rindo com as cenas e ao término sempre exclamando: vai ter mais um! Convicto de ficar ali por mais tempo. Eram episódios rápidos, de 5 minutos aproximadamente que o mantinham vidrado na tela. Considerando que é uma criança extremamente energizada, os carneirinhos tem um mérito imenso de conseguir sua concentração.

Ontem, pensando em ir ao cinema, chamei a mãe e constatamos que estava passando esse filme. Seria o único pra manter meu irmão parado por tanto tempo, mas ainda assim não tínhamos certeza disso. Arriscamos, mais de uma hora e meia de filme, sem nenhuma fala e lá estava meu irmãozinho, sentado na poltrona do cinema, junto ao seu pacote de pipoca, assistindo concentradíssimo.

Diante disso foi inevitável fazer um post relacionado. Um filme, que atrai a atenção de crianças, pequenas, agitadas, no mundo em que vivemos… é incrível!!!!! Lembra o grande Chaplin. Percebemos que as coisas possuem uma magia própria e não precisam de diálogos.

Além de abordar a beleza e funcionalidade da música no dia-a-dia, lembra, também, o filme “O Som do Coração”. Mas esse é tópico para outro post. Trata-se de um filme lindo que merece ter destaque!

Fica aqui minha opinião sobre Shaun – o Carneiro, meu convite para que assistam no cinema, levem seus irmãos, filhos, sobrinhos… Vale muito a pena!

E um episódio do desenho pra despertar mais vontade 😀

Beijocas até o próximo post! <3